FANDOM


Oscar na Globo é a cobertura feita pela emissora a cerimonia realizada em Los Angeles.

Antecedentes

Antes da globo começar a cobrir a cerimônia, a festa foi transmitido pela TV Tupi em 1970 e pela TV Record em 1972 e 1973.

Cobertura

A cobertura do oscar na Globo teve início em 1974. Nesse ano, o repórter Hélio Costa acompanhou in loco a cobertura. Entre 1975 e 1980, a cerimônia teve a apresentação de Hilton Gomes e no último ano deste, o crítico de cinema Rubens Ewald Filho passou a comentar os indicados e os vencedores de cada categoria. Durante a década de 1980, a transmissão da cerimônia também contou com as apresentações de Hélio Costa e renato machado. Rubens Ewald permaneceu nos comentários até 1990. No ano seguinte, foram escalados a apresentadora Doris Giesse e o repórter Mauricio Krubusly. No entanto, a parceria durou apenas nesse ano. Renato machado retornou ao comando da cerimônia nos dois últimos anos. Após a cerimonia de 1993, os direitos do evento foram adquiridos pelo SBT.

A cobertura da globo no Oscar foi retomada somente em 1997, tendo novamente a dupla Renato machado e Rubens Ewald filho. Ao mesmo tempo, eram disponibilizados a opção do áudio original em inglês e também o som estéreo estava disponível para os televisores que contavam com esse recurso. Na edição seguinte, o convidado especial foi o cineasta Arnaldo Jabor, que comento ao lado da dupla. Em 1999, Wilson Cunha foi o convidado especial na última cobertura do século. Após esta cerimonia, o SBT readquiriu os direitos de transmissão através de um contrato com a Disney.

Após cinco anos de hiato, a globo voltou a cobrir a cerimônia ao vivo tendo Renato Machado (em seu último ano como apresentador) e o ator José wilker (estreante na cobertura). A partir de 2006, a apresentação passou a ser de Maria Beltrão. José Wilker permaneceu nos comentários até sua morte, em 2014. Depois, vários atores foram escalados para comentar a festa, como Lázaro Ramos, Glória Pires , Miguel Falabella e Dira Paes, além do jornalista Artur Xexéo.


Características

Entre 1974 e 1993 a Globo transmitiu a cerimonia as segundas. Para acomodar a cobertura, a programação sofria alterações. Alguns programas eram antecipados ou cancelados. Nos primeiros anos um locutor apresentava um resumo dos indicados de suas respectivas categorias durante os intervalos da TV americana. A partir de 1980 os comentários de Rubens Ewald passaram a ocupar o espaço dos resumos. Na edição de 1999, a emissora intensificou a cobertura da cerimonia tendo em vista a indicação do filme Central do Brasil, que concorria em duas categorias[1]. A partir de 2005, a cobertura do óscar passou a viver períodos de altos e baixos. Desde então, a cobertura vem sofrendo com críticas em relação ao horário. A edição de 2009 não foi transmitido devido a cobertura do carnaval A situação se repetiu em 2014 e 2017. Nesses casos, foram exibidos no dia seguinte um programa especial com um compacto dos melhores momentos da festa. Em 2014, a apresentação foi de Fernanda Lima e em 2017, a apresentação foi de Christiane Pelajo.

Notas e referências

  1. Filme Estrangeiro
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.